wigs for women wig types hair extensions for short hair headband wigs human hair wigs wig types sepia wigs wigs for black women forever young wigs synthetic hair lace wigs wig store human hair falls sherri shepherd wigs lace front wigs best wigs wigs for black women raquel welch wigs lace front wigs human hair wigs wigs for black women wigs for women cheap wigs lace front wigs human hair wigs hairpieces for women
BioInfo - Evidências Evolutivas

Busca

Fósseis e Órgãos Vestigiais

Os Fósseis são as evidências mais conhecidas. É possível descobrir como um grupo de organismos evoluiu arrumando seu registro fóssil em uma sequência cronológica. Os fósseis podem ser os restos mortais ou vestígios, como pegadas, ossos, ovos, fezes e marcas de tecidos.

Para serem formados necessitam de condições especiais e de baixa ação de microrganismos, para evitar a rápida decomposição.

Além disso os fósseis podem ser de âmbar, conservando o animal inteiro.

Os órgãos vestigiais são órgãos atrofiados e subdesenvolvidos. Sua existência se dá por alguma alteração ambiental, onde deixaram de ser úteis. Mas podem ter sido funcionais em espécies ancestrais. Alguns exemplos de órgãos vestigiais são o dente do ciso, o osso do cóccix no ser humano, o apêndice, etc.

O apêndice não apresenta muitas funções conhecidas hoje em dia, mas antigamente abrigava bactérias capazes de digerir a celulose e ainda é ativo em animais herbívoros.

 

     
Evidências Bioquímicos
Todos os organismos existentes conhecido fazem uso do DNA e ou RNA. Comparações de sequências de DNA permitem o agrupamento de organismos pelo critério de similaridades entre as sequências. Quanto maior a semelhança entre seus ácidos nucleicos, mais próximas se encontram as espécies evolutivamente.
     
Evidências Anatômicas e Embrionárias

A anatomia dos embriões das mais variadas espécies, são muitas vezes, muito semelhantes. Além disso, alguns órgãos podem apresentar a mesma origem embriológica, apresentando grande semelhança com outro órgão de outra espécie, mas desempenhar funções diferentes. Chamamos esses órgão de órgãos homólogos. Alguns exemplos são: nossos braços, as nadadeiras de uma baleia, as asas de um morcego. Isso porque o mesmo órgão apresenta diferenças morfológicas especiais para seu ambiente.

Veja na imagem a seguir a semelhança entre órgãos homólogos de diferentes animais.

homo

 

Também podem encontrar órgãos com diferentes origens embrionárias e anatomias que desempenham uma mesma função. Como as asas das aves e dos insetos. Esses órgãos se chamam órgãos análogos.

Para ajudar vocês a lembrar o que são homólogos e análogos, eu fiz uma histórinha.

orgaosanaehomol

Assine nosso jornal mensal!