wigs for women wig types hair extensions for short hair headband wigs human hair wigs wig types sepia wigs wigs for black women forever young wigs synthetic hair lace wigs wig store human hair falls sherri shepherd wigs lace front wigs best wigs wigs for black women raquel welch wigs lace front wigs human hair wigs wigs for black women wigs for women cheap wigs lace front wigs human hair wigs hairpieces for women
BioInfo - Micrasterias

Busca


Essa foto foi vencedora da Competição de Imagem Digital BioScapes da Olympus® e recebeu Menção Honrosa em 2010.
 
A imagem foi capturada via microscopia polarizada e escurecida e mostra uma desmidia Micrasteria, uma alga clorofiácea de extrema beleza, começando a se dividir.
 
Micrasterias são algas verdes, eucarióticas e unicelulares, com aproximadamente 0,35 mm de tamanho.  Elas apresentam simetria bilateral, com duas imagens espelhadas de semi-células se unindo por um estreito ístmo que contém seu núcleo. Essa estrutura de duas semi-células é única do seu grupo (Desmidiales). Cada semi-célula contém um grande e único cloroplasto, onde é realizada a fotossíntese das Micrasteria. (Mais sobre fotossíntese, clique aqui.) Seus cloroplastos contém clorofila tipo A e B e as enzimas necessáris. O açúcar produzido é utilizado para prover energia ao organismo ou, quando não usado, é levado por muitos pequenos pirenóides¹ embebidos no cloroplasto. Eles convertem o açúcar em um amido de armazenamento.

  Micrasterias podem se reproduzir tanto sexuadamente quant assexuadamente. A reprodução assexuada ocorre por mitose. Quando isso acontece o material genético das Micrasterias é duplicado e duas pequenas semi-células crescem entre as semi-células originais, gradualmente aumentando de tamanho.
 
A reprodução sexuada ocorre por um processo chamago conjugação, onde dois organismos se unem e fundem suas células haplóides (material genética simples) para formar um zigoto. Esse zigoto normalmente forma uma grossa parede de proteção que permite que o organismo entre em estado latente durante muitos meses para sobreviver invernos frios e longos períodos de seca. Quando o ambiente melhora as condições, o zigósporo germina, sofre meiose e produz novas células haplóides de algas.
¹Pirenóides: O pirenóide é uma massa fundamentalmente proteica, incolor, que se observa no estroma dos plastos de muitas algas dos mais variados grupos. Não se encontra nas formas superiores de algas, sendo encontrada predominantemente nas mais primitivas.
Fontes:By Antonio Guillén, Logroño, La Rioja, Spain
(Source: cellimagelibrary.org)
Mais fotos: http://bit.ly/109In3F
Mais sobre (inglês): http://bit.ly/Zi7viH