wigs for women wig types hair extensions for short hair headband wigs human hair wigs wig types sepia wigs wigs for black women forever young wigs synthetic hair lace wigs wig store human hair falls sherri shepherd wigs lace front wigs best wigs wigs for black women raquel welch wigs lace front wigs human hair wigs wigs for black women wigs for women cheap wigs lace front wigs human hair wigs hairpieces for women
BioInfo - Células do Tecido Nervoso

Busca

O sistema nervoso pode ser dividido em duas partes. O sistema nervoso central (SNC) consiste no encéfalo e na medula esipinhal; e o sistema nervoso periférico (SNP), formado pelos nervos e gânglios nervosos. Os nervos são constituídos por prolongamentos dos neurônios do SNC ou gânglios.

O tecido nervoso apresenta dois componentes principais: (1) os neurônios, células com longos prolongamentos, e (2) glia ou neuroglia, que sustentam os neurônios e participam de outras funções importantes.

No Sistema Nervoso Central há uma segregação entre os corpos celulares dos neurônios e seus prolongamentos. Isto faz com que sejam reconhecidas no encéfalo e na medula espinhal duas porções distintas, denominadas substância branca e substância cinzenta.

tecnerv3
A substância cinzenta é formada principalmente por corpos celulares dos neurônios. A substância branca não contém corpos celulares de neurônios, sendo constituída por prolongamentos de neurônios e por células da glia. Seu nome origina-se da presença de grande quantidade de um material esbranquiçado denominado mielina, que envolve certos prolongamentos dos neurônios (axônios).

Os neurônios respondem a alterações do meio em que se encontram (estímulos) com modificações da diferença de potencial elétrico entre as superfícies da membrana celular. As células que apresentam essa propriedade são chamadas “excitáveis”. A propagação da modificação do potencial é chamado impulso nervoso.

As funções fundamentais do sistema nervoso são: (1) detectar, transmitir, analisar e utilizar as informações geradas pelos estímulos sensoriais como calor, luz, energia mecânica e modificações do ambiente; (2) organizar e coordenar, direta ou indiretamente, o funcionamento de quase todas as funções do organismo. Assim, o sistema nervoso estabiliza as condições intrínsecas do organismo, como pressão sanguínea, tensão de O₂ e de CO₂, teor de glicose, etc.

   

Neurônios

As células nervosas ou neurônios são formadas por um corpo celular ou pericárdio, que contém o núcleo e do qual partem prolongamentos. Além disso, todos eles apresentam três componentes:

  • Dendritos: prolongamentos numerosos, especializados na função de receber os estímulos do meio ambiente, de células epiteliais sensoriais ou de outros neurônios;
  • Corpo celular ou pericárdio: é o centro trófico da célula e é também capaz de receber estímulos;
  • Axônio: prolongamento único, especializado na condução de impulso que transmitem informações do neurônio para outras células.

tecnerv1

Na figura acima temos um neurônio motor típico. A mielina que envolve o axônio no sistema nervoso central é produzida pelos oligodendrócitos e no sistema nervoso periférico pelas células de Schwann. O corpo celular do neurônio contém um núcleo grande. A parte superior direita mostra um axônio de outro neurônio fazendo sinapse com o neurônio do desenho. O axônio deste neurônio termina em três placas motoras que transmitem o impulso nervoso para as fibras musculares estriadas esqueléticas. As setas indicam a direção do impulso nervoso.


De acordo com sua morfologia, os neurônios podem ser classificados:

  • neurônios multipolares, que apresentam mais de dois prolongamentos;
  • neurônios bipolares, que apresentam apenas um dendrito e um axônio; e
  • neurônios pseudo-unipolares, que apresentam, próximo ao corpo celular, prolongamento único, mas este logo se divide em dois.


A grande maioria dos neurônios é multipolar.

Os neurônios podem ainda ser classificados segundo sua função. Os neurônios motores controlam órgãos efetores, tais como glândulas e fibras musculares. Os neurônios sensoriais recebem estímulos sensoriais do ambiente e do próprio organismo. Os interneurônios estabelecem conexões entre otros neurônios.

tecnerv2

   
Células da Glia  
Calcula-se que haja no sistema nervoso central 10 células da glia para cada neurônio, mas por seu tamanho, ocupam metade do volume do tecido. 
   
Oligodendrócitos  
Os oligodendrócitos produzem as bainhas de mielina que servem de isolantes elétricos para os neurônios. Eles têm prolongamentos que se enrolam em volta dos axônios, produzindo a bainha de mielina. 
   
Células de Schwann  
As células de Schwann têm a mesma função dos oligodendrócitos, porém se localizam em volta dos axônios do sistema nervoso periférico. 
   
Astrócitos tecnerv4

Os astrócitos são células de forma estrelada com múltiplos processos irradiando do corpo celular. Essas células ligam os neurônios aos capilares sanguíneos e à pia-máter. Os astrócitos com menos prolongamentos, mas mais longos, são chamados astrócitos fibrosos e são encontrados na substância branca; os astrócits protoplasmáticos são encontrados na substância cinzenta e apresentam mais prolongamentos curtos e ramificados.

Além da função de sustentação, os astrócitos participam do controle da composição iônica e molecular do ambiente extracelular.

 
Microglia
São pequenas e alongadas, com prolongamentos curtos e irregulares. Essas células estão envolvidas no sistema imune do SNC.
   
Células Ependimárias  
São células que revestem os ventrículos do cérebro e o canal central da medula espinhal. Em alguns locais são ciliadas e facilitam a movimentação do líquido cefalorraquidiano. 

Assine nosso jornal mensal!