wigs for women wig types hair extensions for short hair headband wigs human hair wigs wig types sepia wigs wigs for black women forever young wigs synthetic hair lace wigs wig store human hair falls sherri shepherd wigs lace front wigs best wigs wigs for black women raquel welch wigs lace front wigs human hair wigs wigs for black women wigs for women cheap wigs lace front wigs human hair wigs hairpieces for women
BioInfo - Briófitas

Busca

Briófitas são plantas que não apresentam sistema vascular e são representadas pelos musgos, hepáticas e antóceros. Além da ausência de sistema vascular, também não produzem flores, frutos ou sementes. Por não apresentarem sistema vascular, são chamadas de plantas avasculares ou não-traqueófitas. Devido à ausência de tecido condutor, esses vegetais são de pequeno porte, isso porque todos os nutrientes atravessam e abrangem todas as células através do processo de osmose, um processo muito lento e que não permite grandes quantidades de camadas celulares.

As briófitas são terrestres de ambientes úmidos, sombreados e quentes; sendo algumas espécies de água doce e nenhuma do mar. A Mata Atlântica é um ambiente adequado para esses vegetais.

Podemos encontrar uma nítida alternância de gerações, onde o gametófito é visualizado como o vegetal verde, complexo e duradouro, enquanto o esporófito é simples, transitório e dependente do gametófito feminino.

Os gametófitos produzem os órgãos reprodutores (gametângios) representados pelos arquegônios e anterídios. Os gametângios femininos são denominados arquegônios e são muito pequenos, com a forma de garrafinhas (imagem ao lado), a região do "gargalo" é chamada colo e a do "bojo" de ventre.

Durante o amadurecimento, as células ventrais transformam-se em substâncias mucilaginosas, restando apenas a oosfera em seu interior (gameta feminino).

Os gametângios masculinos são denominados anterídios. São órgãos esféricos recheados de andrócitos. Cada andrócito sofre metamorfose e origina uma célula espiralada denominada anterozóide (gameta masculino).

Para a fecundação é indispensável a presença de água da chuva. Os anterídios se liquefazem e colocam os anterozóides em liberdade, que nadam, na água, auxiliados por dois flagelos. Os anterozóides são atraídos para o arquegônio por quimiotactismo (substâncias químicas liberadas pelo arquegônio). O anterozóide se funde à oosfera e ocorre a fecundação que dá origem à célula ovo ou zigoto. O zigoto se desenvolve sobre o gametófito, formando o esporófito. O esporófito apresenta uma haste dando sustentação à uma cápsula (esporângio). No interior dessa cápsula ocorre meiose e formação dos esporos.
 

Musgos

Os musgos são os vegetais mais conhecidos entre as briófitas. A planta conhecida por musgo é um gametófito organizado em rizóides (raízes pequenas), caule e folhas. Os musgos ocorrem em grupos e cobrem solo, rochas, muros, etc.



O ciclo de vida obedece ao esquema:



 Hepáticas

Hepáticas são típicas de ambientes de muita umidade ou em água doce. O gametófito é taloso e provido de rizóides na sua parte interior. O gênero mais conhecido é o Marchantia. Essas plantas vivem em solo ou rochas úmidas. O talo é lobado e ramificado e forma conceptáculos onde se desenvolvem os propágulos encarregados da reprodução assexuada. Os arquegônios e anterídios formam-se em ramos especiais chamados, respectivamente, de arquegonióforos e anteridióforos.

Os arquegonióforos produzem um chapéu provido de expansões que lembram os dedos da mão. Os anteridióforos formam chapéus pouco recortados. Os esporófitos aparecem nos arquegonióforos e a cápsula produz esporos por meiose.

 Importância
  •     Decompõem as rochas sobre as quais se desenvolvem;
  •     Absorvem, como esponjas, grande quantidade de água das chuvas, mantendo o solo úmido;
  •     Formam a turfa utilizada como combustível.

Assine nosso jornal mensal!